Análise: Liga da Justiça Zack Snyder a vitória dos fãs!

Em 2017 chegou aos cinemas o filme Liga da Justiça, arrecadando 657 milhões ao redor do mundo, bem menos que as projeções da Warner que estimava pelo menos um bilhão, e 200 milhões menos que Batman VS Superman (que já não tinha sido considerado um sucesso), o que foi considerado um fracasso pelo estúdio, mas apesar de terem mantido o nome do diretor no lançamento do filme, quem terminou o longa foi Joss Whedon, diretor responsável pelos dois primeiros vingadores, Zack Snyder teve de sair abruptamente do final da produção, após o suicídio de sua filha Autumn, finalização que ficou ao encargo de Whedon, a Warner aproveitou esse afastamento e a mudança de diretor para “marvelizar” as coisas, nesse processo Whedon conseguiu entregar um filme de 2 horas, e vimos com tristeza a decepção que o filme foi um fiasco.

Passado algum tempo de luto, tanto dos fãs quanto de Snyder, surgiu a hashtag “reliase the Snyder cut”lancem o corte do Snyder, e o diretor abraçou a ideia, postando coisas diferentes e inéditas em suas redes sociais, de uma versão não finalizada que ele tinha, a proporção foi tão grande que a Warner cedeu, e em 2020 anunciou o lançamento de Liga da Justiça Zack Snyder, para seu novo serviço de streaming o HBO Max, e no dia 18 de março tivemos seu lançamento.

Snyder sem as amarras dos cinemas, prometeu lançar um filme com 4 horas de duração, e cumpriu, o longa tem 4 horas e 2 minutos, e inicialmente tinha o plano de lançar como série em 4 episódios, mas decidiu lançar como filme em uma única parte, por possíveis problema com contratos (o contrato foi feito para filmes, entregar uma série poderia abrir precedentes para o cancelamento desse contrato, e muitos problemas pra Warner poderiam surgir), eu particularmente acho que poderia sim ter seguido o plano em episódios, mas o filme tem marcações em cada um de seus 6 capítulos, o que torna fácil pausar e voltar para continuar depois.

HBO Max e o Brasil, o serviço de streaming da Warner ainda não foi lançado no território nacional, com previsão para junho, os fãs já se preocuparam, mas a Warner garantiu o lançamento do longa em outros serviços como Google play, HBO GO, claro, youtube, vivo play, entre outros, com valor de 49,90 reais, que particularmente achei caro para um aluguel, afinal o filme vai sair de todos esses catálogos dia 7 de abril, voltando com o lançamento somente no HBO Max, o bom é que esta chegando com dublagem, assisti a primeira vez legendado e o áudio esta muito bom, estou revendo dublado e como sempre a dublagem brasileira é muito boa.

Comecei a rever a primeira versão do filme, a de Whedon, para fazer um comparativo, é não consegui terminar, mas zapiei e vi algumas coisas, realmente essa versão do Snyder é muito melhor, melhor contada, tramas melhores e mais bem amarradas, ate os pontos em aberto para continuação são incríveis, ate a diferença de força dos heróis e vilões é melhor inidentificável, Lobo da este