Assassino de Ingrid Oliveira Bueno, é preso e aguarda julgamento

Atualizado: Fev 25

Nessa segunda-feira (22) a jovem Ingrid Oliveira Bueno da Silva, de 19 anos, foi brutalmente assassinada por um homem chamado Guilherme Alves Costa, de 18 anos. Ingrid fazia parte da FBI E-sports de Call of Duty Mobile, e era conhecida por usar o nick de SOL.


Ambos os jovens se conheceram a cerca de um mês pelo jogo Call of Duty Mobile, e de acordo com as informações vazadas, Ingrid teria ido a casa de Guilherme para jogarem juntos, porém o homem teria sugerido que fizessem um ataque terrorista, assim que a jovem negou ela foi atacada e morta a facadas. Boatos na internet sobre que Guilherme faz parte do fórum chan, o mesmo que os assassinos de Suzano participavam.


Guilherme além de cometer esse assassinato de forma brutal, fotografou e filmou, postando o crime em redes sociais, após ser questionado de ser fake, fez um vídeo confessando o crime e anunciando um suposto livro, onde diz estar sendo divulgado, e contém algumas verdades sobre a humanidade. Esse arquivo em pdf já esta anexado em sua ficha criminal como provas para o seu julgamento



No twitter a Jaguares Esports prestou suas condolências, a jovem Ingrid


A GAMERELITE.CODM, equipe onde Guilherme fazia parte, postou uma nota de esclarecimento em seu Instagram, dizendo que não compactuaram com o crime e que assim que receberam vídeos sobre o assassinato procuraram as autoridades e pediram para que seus membros não compartilhassem.



Guilherme teria fugido após o crime, mas seu irmão o convenceu de se entregar. O vídeo em que o assassino é preso, ele não demonstra nenhum arrependimento e ainda sorri enquanto assume a brutalidade dizendo: " matei porque eu quis". Confira: