Microtransações e Loot Boxes terão nova classificação indicativa

A polêmica dos Loot Boxes e Microtransações, dentro dos games, já é um assunto bem antigo e não é novidades para ninguém,que as empresas lucram muito com esse tipo de prática, principalmente nos games free-to-play, pois através dessa prática, que esses games se sustentam e bancam todos os custos de manutenção e aluguel de servidores dos jogos, além de pagar os desenvolvedores e profissionais envolvidos na produção dos jogos.


Para quem não sabe, essas Loot Boxes, são pacotes que é possível adquirir através da compra com dinheiro real ou dinheiro virtual que é possível adquirir com o tempo de gameplay. Esses pacotes envolvem, em sua grande maioria, desde itens cosméticos, montarias em jogos de MMORPG, armas melhores e cartões de jogadores de futebol.


A controvérsia com as loot boxes já acontece há muitos anos, mas ganhou força e uma imagem muito negativa, com o lançamento de Star Wars Battlefront II, que iria ser lançado com um sistema agressivo de compras dentro do jogo, onde quem colocasse mais dinheiro real, também ficaria mais forte e de maneira mais rápida.


Além disso, ainda existia um sistema de loot boxes, onde o jogador compra uma caixa, mas não sabe o que pode vir, pois a recompensa é extremamente randômica.


Antes de lançar o jogo, a EA e a DICE voltaram atrás nas práticas agressivas de seu jogo, mas a ideia das loot boxes, e das microtransações, passou a ser vista como um assunto polêmico em qualquer jogo após o episódio, fazendo toda a indústria passar por uma grande reformulação de como inserir esse tipo de sistema, mas que ele não seja visto como prejudicial pelos jogadores.


Pensando em avisar ao consumidor de jogos que possuem esse tipo de recurso, os órgãos de classificação ESRB e PEGI anunciaram suas novas classificações indicativas, que focam em avisar aos jogadores sobre os jogos que possuem compras dentro do jogo, e também, mais especificamente, quais deles possuem sistema de itens randômicos nessas compras, ou seja, as loot boxes.

A ideia é informar quando um jogo oferece a capacidade de comprar itens adicionais, e assim trazer mais transparência sobre a natureza dos itens do jogo disponíveis para compra.



Agora todo jogo que possui esse tipo de prática, terá mais transparência em seus consumos e todo jogo que contenha a possibilidade de comprar mercadorias ou recompensas digitais com moeda do mundo real, seja de itens, ou de sistemas onde ele não saiba antes de comprar o que irá receber, como as loot boxes, terá essa nova indicação no seu produto.