Buscar

The Last of Us: Curta metragem feito por fãs, ganha trailer

Atualizado: Mar 17

Ilustradora, desenhista de mãos cheias e apaixonada pelo game "The Last of Us".

Alice Grosseman Mattosinho, mais conhecida por Alice Monstrinho, integra e encabeça o grande Fandom do game.


Conhecida por ser amante de monstros e também por dar toques monstruosos em suas artes e trabalhos, ela sempre busca deixar sua marca monstruosa nesse mundo.


Formada em Design de Jogos e Entretenimento Digital e mestranda em Ciências da linguagem com dissertação sobre graphic novels de terror, atuou como concept artist na desenvolvedora de jogos FONTEC e, como freelancer, atendeu clientes como Jovem Nerd, Megajogos, Essentia Pharma, The Last of Us Inside, entre outros, além também de ter sido uma das quatro pessoas escolhidas para ser tutorada pelo estúdio Imaginism no Canadá, onde estudou com o vencedor do Emmy Bobby Chiu (Disney, DreamWorks, Warner Bros)

Alice bateu um papo com a gente, para falar mais sobre seu novo projeto, voltado para o game da Sony, o intitulado The Last of Us BOUND, que será um curta metragem em Live Action, focado no segundo game de uma das mais famosas franquias da Sony.

The Game Box Brasil: "Primeiramente, muito obrigado por nos conceder essa entrevista Alice e como surgiu a ideia de realizar um curta metragem, focado em The Last of Us?"


Alice Monstrinho: " Muito obrigado pela oportunidade pessoal e o The Last of Us BOUND, surgiu claro, pelo amor por The Last of Us e do interesse de fazer algum tipo de produção à respeito do jogo. Eu fiz muitas ilustrações e desenhos sobre o game, desenhos de fã mesmo e tive a felicidade da Naughty Dog, publicar um dos meus trabalhos em suas redes sociais.

Eu, meu marido Humberto Garcia, e um grande amigo chamado Bruno Nascimento, já realizamos um trabalho audiovisual de curta metragem à uns dois anos atrás, chamado "Animal" com o tema sobre o esporte Boxe e foi muito divertido realizar esse trabalho, além também, que eu sou atriz, atuo desde meus 8 anos de idade.

Voltei a trabalhar com atuação, a pelo menos dois anos e comecei a trabalhar também com dublagem e surgiu a ideia, de em vez de realizarmos mais ilustrações de The Last of Us, poderíamos fazer um curta metragem e por muito tempo ficamos pensando como iríamos fazer, onde iria ser as filmagens, onde e em qual época iria se passar o curta e o grande principal, a equipe que iria integrar o projeto.


Desde o início do projeto, eu queria que minha cachorra fizesse parte da produção, ela é uma pastora alemã. Coincidentemente, 6 meses depois de estar já produzindo o Storyboard e o roteiro, saiu um trailer de The Last of Us Part II ,aparecendo um cachorro e que foi muito divertido saber disso pois cairia muito bem com nosso projeto.


Pouco a pouco, fomos vendo a equipe e depois de mais ou menos 1 ano, final de 2019, estávamos vendo as alocações para as filmagens, pois se trata de um mundo pós apocalíptico e encontramos uma casa perfeita, em Florianópolis, na Lagoa da Conceição, onde é um espaço da minha família e lá está meio abandonado e acabou se tornando um espaço ideal para isso.


Tivemos uma equipe excelente de atores e produtores, onde o Bruno Nascimento é o cinegrafista e cuida de toda a parte fotográfica do projeto, os atores Bruno Escobar e Zé Maciel, colegas meus da dublagem e Vitor Vieira, que se saiu muito bem, por ser seu primeiro projeto, Victor Broering Lebarbenchon, colega meu do teatro e ele possui uma expressão corporal incrível, para ser um estalador (Zumbi do game), Larissa Dutra Lopes também fez uma ponta no filme e eu também atuei no projeto.


Iremos lançar esse produto, no canal do The Last of Us Brasil e eu também faço parte da equipe, eu atuo fazendo locuções para o canal, desde o final de 2018 e não vou comentar muito do filme mas ele irá se tratar de ações e consequências das nossas atitudes e decisões."


The Game Box Brasil: "O game ainda não foi lançado então temos muitas especulações sobre a história, com esse curta de vocês, vocês planejam criar uma pré sequência ou dar uma narrativa do que pode ser o jogo?"


Alice Monstrinho: "Nós estamos especulando muito sobre o que será abordado na história e tudo que sabemos é que teremos os Caçadores e os Vagalumes e mais dois grupos, um com uma motivação religiosa, onde esse não resolvemos explorar no nosso projeto e outro chamado WLF (Washington Liberation Front) e que eles são bem territoriais e treinam cachorros.


A ideia era brincar encima desse conceito, baseado no trailer da gameplay que foi divulgada pela Naughty Dog, sendo que a Ellie está entrando nesse território da WLF e se depara com muitos cachorros treinados por essa facção. E como a Ellie reagiria em frente a esse tipo de inimigo? O que ela iria fazer?


Quisemos pegar esse trecho da gameplay e explorar essa situação em nosso projeto, contando também com a presença dos estaladores e infestados."


The Game Box Brasil: Vocês tiveram muitos gastos financeiros com a produção? Tiveram algum apoio? E qual foi a maior dificuldade que tiveram em produzir o curta?


Alice Monstrinho : "Nós fizemos um curta totalmente independente e infelizmente, não obtivemos nenhum patrocínio financeiro. O legal que toda a produção, contou com a participação de muitos amigos meus e cada um pode utilizar sua expertise, Foi bastante corrido, eu comprei os figurinos, maquiagem, equipamentos, alugamos um arco profissional para o filme, que foi bem legal pra gente. O local de filmagem, como era uma casa da minha família, não precisávamos alugar o espaço.


Uma das maiores dificuldades foi conseguir fazer algo simples, pois quando começamos a fazer um projeto desse estilo, pensamos sempre em fazer algo grande, um filme de 1:30 Hr, mas sempre nos deparamos com dificuldades técnicas, limitações financeiras.


Então a parte difícil é montar uma história legal, atrativa e factível e que coubesse dentro das nossas limitações técnicas e com uma equipe bem pequena, com 8 pessoas. Foi bem divertido realizar o curta, dentro das nossas possibilidades e dentro da nossa realidade, creio que ficou um trabalho bem legal e bem executado."


The Game Box Brasil: "Quais argumentos vocês usariam para convencer alguém que não conhece o game, visto que ele é exclusivo para uma plataforma e ainda que anunciaram a serie, ele continua sendo algo exclusivamente dos games e da plataforma Playstation"


Alice Monstrinho: " Na minha opinião, o que deixa o The Last of Us incrível é a história do game, que vai muito além da plataforma. The Last of Us, chegou próximo a perfeição e maestria em minha opinião, consequentemente, ganhou muitos prêmios de muitos portais e ganhou como game da década.


Todas as partes do game, o gameplay, a atuação, as CG´s, o áudio e a história, beira a perfeição e chega a maestria. A história, por mais que o escopo seja simples, faz com que você se simpatize e passe a amar todos os personagens e o mundo que você está jogando o torna imersível, desde um quarto de uma adolescente que você adentra, você encontra um diário.


Desde uma carta de um pescador, relatando coisas sobre ele e você não sabe o que aconteceu com ele, mas depois de algumas horas de jogatina, você encontra informações do mesmo pescador e te dá um alívio que ele conseguiu sobreviver.


O jogo por si só te faz adentrar dentro desse mundo e te faz sentir que os personagens são importantes para você e a história de redenção do Joel, a história da infância da Ellie, em todas as outras mídias, não tem uma história que mais me tocou como The Last of Us.


No caso da Part II, você terá uma história na perspectiva da Ellie, terá novos desafios e jogará com uma personagem, antes jovem, fragilizada e hoje ela muda, mostrando o crescimento da personagem. Nosso curta também quer mostrar essa Ellie adolescente, mostrando as consequência de suas escolhas e o amadurecimento dela"

Confira o Trailer oficial desse projeto muito especial e feito com muito esmero pela equipe da Alice e iremos acompanhar o lançamento.

O curta-metragem será publicado no YouTube em 23 de abril de 2020.

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Facebook Icon

the game box brasil todos os direitos reservados